Olá, tudo bem? Obrigado por visitar-nos. Queremos divulgar nossa tradição não só no Rio Grande, mas aonde houver um gaúcho. Se gostares do blog, divulgue para tua lista de contatos. Aproveite a visita ao blog, deixe seu RECADO, COMENTE nossos posts, olhe nossos PRODUTOS e seja um SEGUIDOR.

Faça seu pedido

Lanceiros Negros

Olá Caro leitor, se quiseres acompanhar nossos artigos, assine o FEED ou receba os artigos por EMAIL. Siga o blog no TWITTER!


Homenagem aos Lanceiros Negros


     Os Lanceiros Negros eram escravos que lutaram em troca de liberdade, uma promessa de alforria. Os escravos formavam a base da pirâmide social e exerciam todo tipo de mão-de-obra na Província. O mais notável acontecimento ficou conhecido como a Guerra dos Porongos, na localidade de Porongos, hoje pertencente ao Município de Pinheiro Machado. 
     
    Em novembro de 1844, estavam todos em trégua. Os Lanceiros Negros de Teixeira Nunes, liderados por David Canabarro, foram atacados por forças sob o comando de Pedro de Abreu. O corpo de 100 lanceiros negros tentou resistir ao ataque, mas foram praticamente todos mortos. Num ato de heroísmo, nesse episódio tombaram os Lanceiros Negros de Teixeira.


    Uma das versões cogitadas para a matança dos Lanceiros Negros é a de que ela teria acontecido por combinação de Canabarro para exterminar os integrantes, com receio de que eles poderiam formar bandos após o fim da guerra, que estava próximo de acontecer. A abolição da escravatura era uma das condições dos farroupilhas para a paz, e esta condição estava dificultando as negociações dos farrapos. A libertação dos ex-combatentes escravos traria para o Império um movimento abolicionista que destruiria a produção agrícola, que vinha sendo mantida através desta mão-de-obra desde os tempos coloniais. 


     Parte do 1º Corpo de Lanceiros Negros participou da expedição a Laguna, ao comando de Canabarro, que teve como comandante de vanguarda o coronel Teixeira Nunes com seus Lanceiros Negros. A partida dos farroupilhas em direção ao Rio Grande do Sul contou com a presença de Teixeira Nunes, Garibaldi  e Anita, sendo garantida pelos corajosos Lanceiros Negros. 



Para saber mais sobre a história dos Lanceiros Negros, recomendo o Livro Lanceiros Negros.


Autor(es): Geraldo Hasse e Guilherme Kolling


Em segunda edição, revisada e ampliada, o livro-reportagem investiga o mito da participação dos escravos na Revolução Farroupilha (1835-1845) e descreve as atuais articulações do movimento negro para resgatar a importância do papel dos negros na História.


Ano 2006, 2ª edição, 144 páginas.


14 x 21 cm.


ISBN: 85-87270-21-4


R$ 20,00


Fonte: CLICRBS

Neste blog, tu encontrarás notícias sobre: a cultura do Rio Grande do Sul, Semana FarroupilhaCTGrodeiobaileENARTprendapeãocavalosfestas típicasfestivais de músicaagenda de artistasturismo e muito mais... 

Você sabia? O Blog da Pithan Pilchas é atualizado todos os dias, por isso recomendo que siga nosso TWITTER (@pithanpilchas), RSS FEEDFACEBOOK ou cadastre seu endereço de e-mail para receber nossas atualizações por e-mail.
Assine o FEED ou receba os artigos por EMAIL. Siga o blog no TWITTER!

2 comentários:

  1. Fantástico!
    Não conhecia a história.
    Um abraço Paulo.

    ResponderExcluir
  2. Olá Paulo
    Olha só que eu desconhecia essa história, mas que coisa hein? uma verdadeira sacanagem contra os lanceiros!
    abraços!

    ResponderExcluir

Promoção LIVROS na PITHAN PILCHAS

Promoção LIVROS na PITHAN PILCHAS
COMPRE SEU LIVRO NA PITHAN PILCHAS: CLIQUE NA IMAGEM PARA SABER MAIS
Related Posts with Thumbnails