Olá, tudo bem? Obrigado por visitar-nos. Queremos divulgar nossa tradição não só no Rio Grande, mas aonde houver um gaúcho. Se gostares do blog, divulgue para tua lista de contatos. Aproveite a visita ao blog, deixe seu RECADO, COMENTE nossos posts, olhe nossos PRODUTOS e seja um SEGUIDOR.

Faça seu pedido

POESIA GAUCHESCA - ROMANCE DE PEÃO

Olá Caro leitor, se quiseres acompanhar nossos artigos, assine o FEED ou receba os artigos por EMAIL. Siga o blog no TWITTER!
ROMANCE DE PEÃO (O Tobiano Capincho)
Aureliano de Figueiredo Pinto

Este tobiano da estância
foi o bicho mais maleva
que o diabo inventou pra um peão!
“Zolhos” de chancho, cabano,
sargo, coiceiro, aragano,
manoteador e bufão.

Peão que chegasse atrasado
na segunda, mui sovado
da farra pelo rincão
já se sabia - a sua pena
era encilhar o ventana
que “ansim” mandava o patrão.

Uma feita... era segunda...
na estância... ao clarear do dia...
Com cara de laço novo...
cheguei... já estava o meu povo
na mangueira... E alguém gritou
quando já davam cavalo:
- Lace o tobiano capincho
pra esse que vem dos bochincho
do Rincão do Cantagalo!

Que sina!... Se eu tinha o peito
mais puro que a estrela d’alva,
que bico de beija-flor!
Qual bochincho... se eu voltava
de ver a prenda que amava
todo enredado de amor.

“Virge” do céu!... será o diabo?...
Um cristão que andou bailando
por duas noite e “trêis” dia
com no ouvido as harmonia
da cordeona retrechando
e o coração sarandeando
numa havaneira macia...

Nos olhos tontos de sono
como em espelho pequeno
aquele corpo moreno
com crespos que o vento bate...
E o “auroma” à flor e sereno
que vem na prosa em cochicho...
Que “auroma”!... Não vi em bolicho,
nem nos baús dos mascate!
E os negros olhos ariscos
como iraras bombeaderas
nas poças que a seca embarra
na sombra de um caponete...
e que maneia um ginete
como pealo de cucharra!

Quanta coisa ela me disse
não dizendo “quaje” nada!
Quanta coisa ela entendeu
da minha boca cerrada
- porteira do coração!
... E agora, eu, moço monarca,
chego batendo na marca
no meu ofício de peão...

Bonito! Agora acordar
de um sonho que é um lindo engano!
Soltar o corpo franzino
em que envidei meu destino
pra me trompar com o “malino”
que é este capincho tobiano!

Chego e... “- bom dia, senhores!”
largo já meio covarde...
E me respondem: “- boa tarde!
Dormiu nas palhas, paissano!
Largue esse! E traga o bucal...”
“La putcha” que é desigual
a sorte de um campechano!

Vinha o tobiano no laço
como dourado na linha!
ligeiro como tainha,
como traíra de açude!
dando mais pulos e saltos
do que um calcuta na rinha!
Haaa!... quando a sorte é mesquinha
não “hai” feitiço que ajude!

Pra “encilhá” o venta rasgada
foi “abaxo” de oração...
E já maneado e enfrenado
foi “luita pra arreglá os tróço”!
Rezei quatro padre-nosso
só pra sentar o xergão...

Cheguei a carona e os basto.
E quando a cincha tinia
o infame se foi pra o céu.
Voltou... tombou de boléu.
“Quaje” perdendo o chapéu
rezei quatro ave-maria...

E o urco como um bodoque!
Traiçoeiro... olhando pra “tráis”,
com a cincha no osso do peito!
... E eu... “le” ajeitando... com jeito...
por causa do “capatais”...

Depois de bem encilhado
tranqueou com passo de tango
muito mal intencionado,
encolhido e retovado!
Eu vi minha vida “piquena”...
Corri os olho na chilena
e olhei pra tala do mango...

Na voz de - “bamos” moçada!
campeei a volta e montei
certito e firme nos basto!
Já o bicho se vinha urrando
ladeadito... e se brandiando
como quatiara de arrasto...

“Nóis fumo” naquela toada...
nessa dança desgranida
em que um taura arrisca a vida
só pra honrar a patacoada!
Depois... de focinho “gacho”
“garrou ladera” em descida
na fúria despavorida
de um touro num “costa-abaxo”!

Me encomendei pro Senhor!
Também pra Virgem-Maria!
Nem sei como “arresistia”
“ansim” blandito de amor!
E sem amadrinhador
nesse lançante tremendo
me fui solito... me vendo
mais triste que um payador!...

Rodou... e ficou roncando!
Quebrado!... É o fim do capincho!
E eu... paradito!... E, com tino
a pensar desta “manera”:
- Por ti... a mais linda “triguera”,
gineteio a vida “intera”
no lombo do meu destino!...

Mais informações »

Fonte e texto: CMCPOA

Descubra, clicando nas hashtag (#), o que estão falando sobre esses assuntos no Facebook:

#pithanpilchas #chimarrao #bombacha #pilcha #Tchê #vestido #bota #alpargata
#LojaPithanPilchas #CTG #Prenda #Peão #Rodeio

Descubra, clicando nas hashtag (#), o que estão falando sobre esses assuntos no TWITTER:
#pithanpilchas #chimarrao #bombacha #pilcha #Tchê #vestido #bota #alpargata
#LojaPithanPilchas #CTG #Prenda #Peão #Rodeio


Neste blog, tu encontrarás notícias sobre: a cultura do Rio Grande do Sul, Semana FarroupilhaCTGrodeiobaileENARTprendapeãocavalosFreio de Ourofestas típicasfestivais de músicaagenda de artistasturismo e muito mais... 


Você sabia? O Blog da Pithan Pilchas é atualizado todos os dias, por isso recomendo que siga nosso TWITTER (@pithanpilchas), RSS FEEDFACEBOOK ou cadastre seu endereço de e-mail para receber nossas atualizações por e-mail.
Assine o FEED ou receba os artigos por EMAIL. Siga o blog no TWITTER!

0 comentários:

Postar um comentário

Promoção LIVROS na PITHAN PILCHAS

Promoção LIVROS na PITHAN PILCHAS
COMPRE SEU LIVRO NA PITHAN PILCHAS: CLIQUE NA IMAGEM PARA SABER MAIS
Related Posts with Thumbnails